loader

O Mundo Ordenado

  • O Mundo Ordenado

O Mundo Ordenado

20 €
  • REF: 0112935

Sinopse

Considere-se a existência de uma ideia comum - a tradição clássica - que permitindo explicar o que une determinadas arquitecturas (não necessariamente próximas no tempo e no espaço) possibilita identificar um universo de autores que partilham uma mesma ideia de arquitectura. Dêmo-nos conta que essa ideia de arquitectura - que a tradição clássica pressupõe e significa - circunscreve um conjunto de obras que a ela se ligam e que constitui o que Giorgio Grassi descreveu como o mundo ordenado e acessível das formas da arquitectura. Assim entendida enquanto ideia viva e actuante, a tradição clássica encontrava-se disponível e naturalmente aberta a novos contributos e inscrições. Procurou-se, por isso, a inscrição no interior da tradição clássica de dois arquitectos portugueses: Fernando Távora e Eduardo Souto de Moura. Perante esta escolha, poder-se-á questionar: porque não também Álvaro Siza? A resposta a esta e a outras questões - que resultam desta ausência deliberada e da estranheza aparente na associação de obras como as de Souto de Moura e Távora, mas também, de Palladio, Schinkel, Loos, Le Corbusier e Mies van der Rohe - constitui o pano de fundo que percorre a argumentação subjacente ao presente trabalho, originalmente preparado enquanto investigação académica de doutoramento. Por fim, esta tese - que se poderia também intitular a aurora do movimento moderno - procura compreender de que modo o fim do mundo formal clássico não impediu no passado recente, nem impede hoje, a continuação e o ressurgimento da ideia de tradição clássica.

Editora Fundação Instituto Arquitecto José Marques da Silva | Edições Afrontamento
Encadernação Brochado
Nº edição 1ª Edição
Ano de edição 2013
Dimensões 240 x 170mm
Nº de páginas 396
ISBN 978-989-97966-2-1

Produtos FAUP