loader

Representações Jurídicas das Tecnologias Reprodu.

  • Representações Jurídicas das Tecnologias Reprodu.

Representações Jurídicas das Tecnologias Reprodu.

10.8 € 12 €
  • REF: 0301065

A obra
Nesta obra pretende-se analisar algumas questões jurídico-legais, éticas e sociais colocadas pelas recentes utilizações das técnicas de reprodução medicamente assistida. A actualidade do tema permite captar a atenção de um público-alvo diversificado, interessado na reprodução medicamente assistida, o qual abarca desde juristas, legisladores e profissionais de saúde a cientistas sociais, estudantes, cidadãos e, em particular, os indivíduos que recorrem a estas técnicas.


Autores
Amélia Augusto: a sua área privilegiada de investigação tem sido a da construção social da infertilidade e o mapear da realidade portuguesa da infertilidade e da reprodução medicamente assistida. A tese de doutoramento, intitulada Infertilidade e reprodução medicamente assistida em Portugal: dos problemas privados aos assuntos públicos (2005) deu origem a diversas publicações.

Judit Sándor: os seus interesses de investigação estão relacionados com a ética e o direito biomédicos, em particular no âmbito das tecnologias reprodutivas e genéticas. É responsável por diversos projectos de investigação e é autora, co-autora e organizadora de diversas publicações nestes domínios

Luísa Veloso: a sua principal área científica de investigação é a da Sociologia do Trabalho e das Organizações, tendo interesse noutras áreas científicas como a Gestão dos Recursos Humanos, o Emprego, as dinâmicas de Investigação e Desenvolvimento na indústria, a problemática das identidades profissionais e dos processos de aprendizagem, a Sociologia da Ciência e a Sociologia da Inovação.

Susana Silva: na investigação privilegia a análise dos processos de (con)formação mútua da medicina, da tecnologia, do direito e do género no âmbito das tecnologias médicas de reprodução assistida em Portugal, em particular as interacções entre o conhecimento científico e outras formas de conhecimento, o consentimento informado e a retórica envolvida na doação de gâmetas e de embriões.

Vera Lúcia Raposo: a sua área privilegiada de investigação tem sido o princípio da igualdade no âmbito dos direitos políticos, reprodutivos e sexuais. Na qualidade de aluna de doutoramento, tem vindo a desenvolver investigação no âmbito das novas tecnologias reprodutivas.

Produtos U.Porto Edições

11 € 9.9 €
11.1 € 9.99 €
8 € 7.2 €