loader

Paráfrase e Concordância de Algumas Profecias

  • Paráfrase e Concordância de Algumas Profecias

Paráfrase e Concordância de Algumas Profecias

15 €
  • REF: 0301124

Paráfrase e Concordância de Algumas Profecias de Bandarra, Sapateiro de Trancoso, de Dom João de Castro
Edição crítica de João Carlos Gonçalves Serafim

A obra
É nesta Paráfrase que, pela primeira vez, se faz uma edição ad hoc de trovas atribuídas ao famigerado sapateiro beirão. O processo inquisitorial em que se sentenciara o silêncio do poeta e a censura dos versos ocorrera já há 62 anos (1541). As trovas escolhidas e comentadas e as notícias, tantas vezes mitificadas, sobre o autor e o texto - as cópias profusas, as leituras generalizadas, os exemplares divergentes, as deturpações, os acrescentos, as manipulações... - fazem com que estejamos perante uma obra fundamental para o estudo do fenómeno bandárrico.
João Carlos Serafim, no estudo introdutório, servindo-se de um conhecimento sólido sobre a vida e a obra de D. João Castro, aclara, por um lado, a relação destes textos com aquilo que se pode saber do enigmático prototexto e, por outro, a congeminência e as motivações que levaram a esta outra apropriação das trovas, - em Paris, no final de 1603, na “clandestinidade”... - ao serviço de um sebastianismo latente, ortodoxo, antifilipino com que o autor estava comprometido e que, por estes anos, centrava as suas expectativas no pretenso rei D. Sebastião, aparecido em Veneza no verão de 1598, a sofrer, então, as agruras da previdente justiça espanhola.

O autor
João Carlos Gonçalves Serafim Professor (MEC-QE) e investigador do CITCEM-FLUP. Licenciado em Línguas e Literaturas Clássicas e Portuguesa (FLUC-1993); Mestre em História da Cultura Portuguesa - Época Moderna (FLUP-1996); Doutor com a tese “D. João de Castro, O Sebastianista - Meandros de vida, e razões de obra” (FLUP, 2004). De 2008 a 2011, desenvolveu um projeto de pós-doutoramento intitulado A Epistolografia ao serviço da Bibliofilia e do Colecionismo no século XVII em Portugal, CITCEM-FLUP, de que resultou a obra Um Diálogo Epistolar: D. Vicente Nogueira e o Marquês de Niza (1615-1654) (Porto 2011); foi Bolseiro de Pós-Doutoramento pela F.C.T. (bolsa cofinanciada pelo FSE). Tem centrado os seus estudos da História Cultural em torno do fenómeno sebástico, da epistolografia e da história do livro e da leitura.

Editora: U.Porto Edições
Série: Coleção Letras Portuguesas, 2
Nº edição: 1.ª
Ano de edição: 2018 (agosto)
Tema: Literatura

Produtos U.Porto Edições

25 € 22.5 €
25 € 22.5 €
15.9 € 14.31 €
6 € 5.4 €
15 € 13.5 €